Alimentação saudável sem gastar muito. É possível?

19/4/2017
Alimentação

No começo desse ano comecei minha jornada por uma alimentação mais saudável. Sempre me alimentei bem, nunca fui de besteiras (tirando o vício pelo chocolate), mas senti a necessidade de mudar alguns hábitos e introduzir coisas novas na alimentação da família.

Quando temos uma intenção clara, o Universo conspira a nosso favor. Comigo ele conspirou fazendo-me encontrar a Dra. Daniela Ramalho, nutricionista maravilhosa, que vem me ajudando a buscar alternativas, fazer mudanças e, principalmente, perceber que é possível todo esse processo; além de não ser tão difícil quanto eu imaginava inicialmente.

Preciso confessar que foquei tanto nas alternativas de alimentação saudável e orgânica, que meu orçamento sofreu um baque. Posso dizer que os meus gastos mensais em alimentação aumentaram em torno de 35%. É um aumento considerável para uma família e gera um impacto no final do mês.

Isso significa que se alimentar de maneira saudável é caro?

Não! Ter uma alimentação saudável não significa necessariamente aumentar os gastos. O que aconteceu comigo, e pode acontecer com outras pessoas, é que, buscando a praticidade, acabei adquirindo produtos mais caros.

Um exemplo disso foi minha experiência com a biomassa de banana verde. Quando a Daniela disse para incluir na nossa alimentação diária a biomassa, fui na loja de produtos naturais que costumo comprar e encontrei uma caixinha com biomassa orgânica linda por R$22, suficiente para 5 dias. Resolvi adquirir nas primeiras semanas mas, quando somei com os demais produtos, os números começaram a pipocar na minha cabeça e logo percebi que iria estourar, e muito, meu orçamento.

Depois do susto do aumento no orçamento, comecei a rever minhas escolhas e a primeira delas foi em relação à biomassa. Comprei 1 dúzia de banana verde orgânica, e fiz a biomassa em casa. Ficou linda e foi muuuuito fácil. Sem falar na felicidade da economia.

Paguei em torno de R$8 na banana e congelei biomassa para 1 mês!!!! Isso me gerou uma economia de 1650%, R$124 economizados no mês com um único item saudável da minha lista.

Com essas adaptações que ainda estou fazendo, não consigo ter certeza se os meus gastos com alimentação ficarão acima ou abaixo do orçamento. Na verdade, com as vitaminas e minerais, entrou uma categoria de gastos que não tinha antes.

É algo que me preocupa? Nesse momento não. Estou enxergando tantos benefícios com essa mudança para mim e para minha família que, mesmo se os gastos aumentarem um pouco, prefiro me adaptar ou compensar em outro item, pois o ganho para saúde não tem preço.

Se você quer mudar sua alimentação mas acha que seu orçamento não comporta, lá vão algumas dicas:

1- Pesquise os preços nas lojas físicas e online: já comprei produtos com até 50% de diferença de preço pesquisando na internet. Tem que estar atento ao valor do frete que pode encarecer o produto;

2- Prepare sua própria comida: deixar de comer fora e preparar sua própria comida será, não só muito melhor para sua saúde, como uma redução considerável nos gastos mensais;

3- Plante em casa: um dos meus sonhos é ter uma horta em casa com verduras e temperos lindos e saudáveis;

4- Faça um planejamento: criar um cardápio semanal e a respectiva lista de compras evitará desperdício de tempo e dinheiro;

5- Aproveite os descontos: comprar uma quantidade maior e armazenar um produto que o preço esteja baixo vale a pena;

6- Evite produtos industrializados: no final vai perceber que gastará muito menos nos produtos mais naturais do que nas latinhas, caixinhas e coisas prontas cheias de açúcar e conservantes;

7- Aprenda a conservar: minhas verduras passaram a durar muito mais quando aprendi a melhor maneira de conservá-las.

Além disso, como não acredito em uma única fórmula que sirva para todo mundo, consulte um nutricionista para identificar suas necessidades e preparar algo personalizado para o seu estilo de vida e rotina.

Espero que você consiga melhorar sua alimentação se mantendo dentro do orçamento! :-)

Luciana Santos

Consultora Financeira e Coach de Prosperidade para pessoas que buscam viver em paz com sua vida financeira. 

Outros artigos relacionados

Quer falar comigo?